Evento em Homenagem à Carta de Lisboa Celebra Marco Histórico do Trabalhismo Brasileiro

Evento em Homenagem à Carta de Lisboa Celebra Marco Histórico do Trabalhismo Brasileiro

  Hoje, dia 17 de junho, às 18 horas, foi celebrado um dos marcos mais importantes da política brasileira contemporânea: a assinatura da Carta de Lisboa. O evento, que ocorrerá na sede do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), localizada na Rua Sete de Setembro, nº 112, 2º andar, Centro, Rio de Janeiro, homenageou os subscritores deste histórico documento, que completam 45 anos de sua redação.

A Carta de Lisboa foi elaborada por exilados brasileiros, sob a liderança de Leonel Brizola, em um contexto de luta pela redemocratização do Brasil, após anos de regime militar. O documento, assinado em Lisboa no dia 17 de junho de 1979, marcou a refundação do PTB com um compromisso renovado com os princípios de justiça social, democracia e defesa dos direitos dos trabalhadores.

Um Marco na Luta Trabalhista

A celebração deste ano pretendeu não apenas relembrar o passado, mas também refletir sobre os desafios atuais e futuros do trabalhismo brasileiro. A Carta de Lisboa destacou a necessidade urgente de libertação do povo brasileiro, denunciando as injustiças do regime militar e propondo um projeto político fundamentado na democracia e na participação popular.

Leonel Brizola e outros líderes trabalhistas, exilados e impedidos de atuar no Brasil, redigiram a carta como um manifesto de resistência e esperança. Eles convocaram as forças comprometidas com os interesses dos oprimidos, marginalizados e trabalhadores brasileiros a se unirem para a construção de um Partido Popular, Nacional e Democrático.

O Legado de Getúlio Vargas

Inspirada na Carta Testamento de Getúlio Vargas, a Carta de Lisboa reafirmou o compromisso trabalhista com a justiça social e a defesa dos direitos dos trabalhadores. Em um trecho marcante, o documento aponta que "Partidos e povo organizados constituem as duas condições fundamentais para a construção de uma sociedade democrática."

Os líderes trabalhistas sublinharam a importância da participação ativa e crítica do povo na política, destacando a luta por uma anistia ampla, geral e irrestrita para todos os perseguidos pelo regime militar e o retorno à normalidade democrática através de eleições livres e diretas.

Desafios Atuais e Futuros

No evento, serão discutidos os desafios contemporâneos do trabalhismo e as estratégias para continuar a luta pela justiça social no Brasil. A liderança do PTB reafirmará seu compromisso com a defesa dos direitos dos trabalhadores, a liberdade sindical, o direito de greve e a luta contra a concentração de renda e a pobreza.

A celebração contará com a presença de importantes figuras políticas, historiadores, sindicalistas e membros da sociedade civil que compartilham dos ideais trabalhistas. Serão realizadas palestras, debates e homenagens aos signatários da Carta de Lisboa, destacando a importância de sua coragem e visão para o futuro do Brasil.

A assinatura da Carta de Lisboa é um marco na história política do Brasil, representando a resistência contra a opressão e a luta pela democracia e justiça social. O evento em homenagem a este importante documento é uma oportunidade para relembrar a trajetória do trabalhismo brasileiro, refletir sobre os desafios presentes e reafirmar o compromisso com um Brasil mais justo, democrático e igualitário.

A celebração na sede do PTB foi aberta ao público e reuniu pessoas de diferentes gerações que compartilharam o desejo de um país melhor para todos. 

Por Jéssica Porto

 

 

Por Ultima Hora em 17/06/2024
Aguarde..